Conheça a Versão Vegetariana da Dieta das Proteínas

Com certeza você conhece as dietas com baixo teor de carboidratos (como pão, arroz, macarrão etc) e carnes à vontade. Elas podem até promover uma perda rápida de peso, mas nem sempre ajudam a reduzir o colesterol ruim (LDL). Um famoso exemplo é a dieta do Dr. Atkins, criticada por muitos médicos por estimular o consumo abusivo de gordura saturada.

A opção saudável para os aderentes do esquema “low-carb”, que nos EUA já tem sido chamada de “Eco-Atkins”, acaba de ser examinada em um estudo publicado no periódico Archives of Internal Medicine, com resultados satisfatórios.

Cotação
Varejista
Consultar Preço
Image
Consultar Preço
Image
Consultar Preço
Image
Consultar Preço
Image
Consultar Preço
Image
Consultar Preço
Image
Pesquisadores do Canadá analisaram os resultados da alimentação sem proteínas animais, com alta quantidade de proteínas vegetais e baixo índice de carboidratos, durante quatro semanas.

A pesquisa contou com 47 homens e mulheres com excesso de peso e colesterol alto. Metade da amostra aderiu a “Eco-Atkins”, e a outra parte consumiu uma dieta lacto-ovo-vegetariana.

Ao final da pesquisa, os dois grupos apresentaram redução de peso, cerca de 4 kg. Aqueles que consumiram mais carboidratos tiveram redução de 12% no nível de colesterol ruim, enquanto os que realizaram a dieta Vegan, apresentaram queda de 20%.

A diminuição dos carboidratos auxiliaria a reduzir a tolerância à insulina, hormônio que regula o açúcar no sangue. Reunir os dois fatores (pouca carne e pouco carboidrato) seria uma opção para perder peso e equilibrar o colesterol.

Deve-se pensar que ninguém consegue seguir um cardápio único e restritivo demais por tanto tempo. Uma dieta sem proteínas de origem animal pode ocasionar deficiência de zinco, selênio e ferro. Retirar os carboidratos emagrece, mas com o tempo a gordura volta novamente.
Veja algumas opções em suplementos protéicos:

Carboidratos
Não se esqueça, deixe sua avaliação sobre o texto.