Dieta da Maçã

Como as pessoas estão sempre à procura da dieta ideal para perder peso, novas fórmulas e dicas aparecem a todo o momento. Mesmo sem comprovação científica, algumas garantem um emagrecimento rápido e permanente. Mas, na maioria dos casos, essas dietas são perigosas e, ao prejudicar a alimentação, acabam por comprometer a saúde de quem tenta segui-las.

A falta de vitaminas e nutrientes é prejudicial a saúde e pode ocasionar diversos males ao organismo. Acontece que, além de não perder peso, esses tratamentos comprometem o metabolismo e, em algumas situações, a pessoa acaba ganhando, ao invés de perder peso. Mas como perder peso rapidamente sem uma dieta radical?
dieta-da-macas
Algumas dietas passadas de pessoa para pessoa ou através das redes sociais na internet são a base de produtos naturais e, por conta disso, acabam seduzindo um maior número de pessoas, todas obcecadas por emagrecer. Nutricionistas alertam para o fato de que para emagrecer não é preciso parar de comer, basta manter a disciplina e controle das calorias ingeridas. Mesmo assim, para perder peso rapidamente, a maioria das pessoas acaba caindo nessas armadilhas e, para diminuir a frustração, comem ainda mais.

Entre as dietas naturais, algumas têm como ingredientes principais as frutas e são indicadas para quem quer emagrecer rápido. Para os seus defensores é uma dieta rica, deliciosa e equilibrada e, ainda, provoca uma redução drástica de peso, porque é altamente diurética, levando a uma grande perda de líquido.

Dieta da Maçã

Entre as dietas baseadas em frutas uma é bastante popular: é a dieta da maçã. Seus defensores acreditam que ela ajuda a perder até sete quilos em poucos dias. Como uma maçã tem em média 63 calorias e possui bastante fibra, ela sacia a fome e faz com que a pessoa consumisse menos alimentos. Para dar os resultados pretendidos, pelo menos uma maçã, preferencialmente com casca, deve ser consumida trinta minutos antes de cada refeição.

Além de rica em fibras, a maçã tem função antioxidante e, assim, contribui para reduzir o risco de doenças cardíacas. Todos esses benefícios, além do baixo custo, têm atraído muitos seguidores. Alguns mais persistentes têm alcançado seus objetivos, mas outros não conseguem, porque não conseguem ingerir as maçãs por muito tempo.

Como existem vários tipos de maçã, é aconselhável que a pessoa varie o tipo a ser consumido. Assim, evita o risco de ficar enjoado de alguma das variedades e acabar desistindo da dieta. Segundo a nutricionista americana que a criou, a dieta da maçã evitaria o consumo de pelo menos 200 calorias por refeição, além de não passar forme, porque você pode comer quantas maçãs quiser antes de cada refeição.

Como esta dieta não proíbe o consumo de outros tipos de alimentos, todo cuidado é pouco, porque apenas a maçã não irá emagrecer ninguém. Ela apenas contribui ao causar a sensação de saciedade e, se a pessoa não controlar a alimentação, não irá obter o resultado esperado. Além disso, um programa de exercícios pode ajudar na queima da gordura acumulada no organismo.

Outros Benefícios

Os benefícios do consumo da maçã não param por aí, e, segundo especialistas, ela age também no combate às espinhas. Para obter esse resultado, as maçãs devem ser ingeridas em substituição aos alimentos ricos em gordura. Por sua ação antioxidante, a maçã ajuda a eliminar as toxinas do organismo, evitando o aparecimento das espinhas.

Outro beneficio importante é o combate ao mau hálito e às cáries. Ao estimular as gengivas durante a mastigação, a maça aumenta a quantidade de saliva, evitando a proliferação das bactérias responsáveis por vários problemas na boca. Assim, o consumo de maçã pode agir no combate a vários males e, ainda, emagrecer. Se você gosta de maçã, sirva-se!